Poesias Pesadas

Licença Creative Commons
O trabalho Poesias Pesadas de Marcio Jung foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais ao âmbito desta licença em http://paginadomarcio.blogspot.com.br.

Postagem em destaque

Meus e-books à venda

Aqui estão os links para meus e-books à venda na Saraiva  por R$ 2,99 cada: www.saraiva.com.br/poesias-de-dor-e-de-alegria-de-reflexao-e-d...

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Lembrete sobre o concurso fotográfico

Só lembrando: as votações do metro photo challenge vão do dia 25 até 6 de dezembro e peço a todos que votem em minhas fotos, obrigado!

I'm in the metro photo challenge, please, to vote. Tank you!

www.metrophotochallenge.com/profile/29263

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Rio Doce

Rio salgado,
rio pesado,
rio enlameado,
rio morto.

Pela irresponsabilidade,
pelo desleixo,
pela ganância,
pela fome de lucro.

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Concurso fotográfico

Olá a todos!
      Estou participando do grande concurso fotográfico Metro photo challenge e gostaria de pedir que vocês votassem em minhas fotos. Elas estão nas categorias: A alma da cidade e  Os segredos da cidade.
      As votações começam dia 24 de novembro e vão até 6 de dezembro. Procurem por Marcio Jung.
       wwww.metrophotochallenge.com
Obrigado.
     

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Olá amigos

                                                BOM
                                                D
                                                I           
                                               AMIGOS
                                                    M
                                                    AMÁVEIS
                                                    GENTÍS
                                                    I
                                                    N
                                                    Á
                                                    ROMÂNTICOS
                                                    I
                                                    O
                                                    SAUDÁVEIS

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Pontos

Entre
        dois
                      pontos      
               duas          palavras.

            Depois
        do
ponto
                       o
                         final.

Entre
        a
          vírgula
                    faltam
                             espaços,

                               dúvida.
                            há       
             interrogação
         da
Antes

Depois do travessão sempre há o que dizer.

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Mais poesias no youtube

Poesias minhas dramatizadas, no canal Kah Drakovic, dêem uma conferida.

http://youtu.be/5fVw4FMNXj4

terça-feira, 15 de setembro de 2015

A paixão de um homem pela guitarra

Queria ser a distorção profunda,
ser o reverberar que
transpassa a translucidez

e transcende
junto com
a eterna canção,

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Esperteza

Você vê na cara do cara,
no olho no olho,
no tete à tete,

fala mansa,
sorriso macio,
conversinha.

Singrando os mares da economia

Velejando no mar da economia,
administrando,
analisando.

Injetando dinheiro,
controlando os juros,
criando empregos.

Derrubada

Ao longe se vai a bandeira,
no peito das pessoas
que pedem a derrubada.

Na casa de leis
a articulação está feita
e muitos salivam.

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Tentaram me hackear!

Já é a terceira vez que tentam me hackear em pouco tempo. Se você receber uma mensagem em meu nome e com minha foto antiga desconsidere!

terça-feira, 21 de julho de 2015

Projeto Barthes Vision

Estou participando do Projeto fotográfico Barthes Visions que comemora os 100 anos do Fotografo Barthes, com algumas de minhas fotos.

www.barthes.vision

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Impunidade na direção

Na estrada dirigindo,
livremente experimentando seus impulsos,
sem refrear seus desejos e instintos,

e a impunidade como passageira
e companheira nessa viagem
que pelo caminho leva vidas e termina como começou.

sábado, 27 de junho de 2015

Pensamento absorvente

Tenho pensamentos absorventes,
absorventes por serem intensos,
absorventes por serem agradáveis,

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Rola a rua

Rola o rolo,
rola a rua,
rola.

Rala com o ralador,
rapa o resto do tacho,
raspa a rapadura.

O caminho dos pássaros

Encontre a ave que voa, homem!
Encontre a maravilha das maravalhas,
maravalhas em serragem
que servem de ninho para os filhotes,
tão macias que são!

Ninho em um galpão!
Já que as árvores do sítio,
foram todas cortadas,
e os moradores conscientes,
fizeram esse macio ninho para as aves.

Mas só existe um filhote,
pois as aves voaram,
voaram? Sim voaram, pois não existem árvores ao redor,
por isso,
encontre a ave que voa, homem!

De tanto procurarem,
os donos e o homem,
viram que para encontrar a ave que voa,
só uma solução havia: fazer ela voltar,
então plantaram árvores e o homem encontrou a ave que voa!




Ação orquestrada

Mundo que vive o medo,
engole o terror,
vê o pavor.

Ações que envolvem convencimento,
estratégia,
metodologia.

sábado, 6 de junho de 2015

Perigo nas madrugadas

A madrugada está perigosa,
são passos acelerados,
barulho
e pirotecnia,

gatos de orelha em pé,
sobressaltos,
implosão.

terça-feira, 19 de maio de 2015

Encaixe

Imagens invertidas
no espelhos da
realidade.

Códigos ininteligíveis,
semelhanças,
chaves.

domingo, 17 de maio de 2015

terça-feira, 12 de maio de 2015

indústria da segurança

Em um mundo apavorado
os cadeados e as grades
ganham dinheiro,

as celas multiplicam-se,
os presídios agigantam-se,
a desconfiança e o medo grassam.

terça-feira, 5 de maio de 2015

Professar

Professar  é propagar algo
em que se acredita,
algo que é importante.

Passar o conhecimento adiante,
para que os outros continuem
e o ciclo prossiga,

domingo, 3 de maio de 2015

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Das decepções, das dores e das perdas

Das decepções,
das dores,
das perdas,

do tempo,
do vento
e das monções.

A face desejada

A face desejada,
a presença ansiada,
ânsia de ter.

O peso do querer
e a espiritualidade
que flutua,

flutua sem rumo,
transpirando emanações
de sensações.

As ânsias do segundo,
contemplando o almejar
do ofegar da face desejada.

A ânsia do respirar,
o desejo da presença
e a transpiração do emanar das sensações.


quarta-feira, 22 de abril de 2015

Amigo amaríssimo e história divertidíssima

Certo dia friíssimo
encontrei um amigo amaríssimo
e afabilíssimo,

grandissísimo amigo,
este amabilíssimo
sujeito.

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Amor é coisa de gente

Amor  não é coisa de babaca,
não é coisa de afeminado,
não é coisa de frouxo.

da cólera das exacerbações

O sofrimento
torna-nos profundos
como um balde cheio de água,

nos torna espelho,
como a transparência,
nos faz sentir
como a sensibilidade,

Augusto comove

Augusto tem um sofrimento comovente,
profundo e sombrio,
como os mausoléus
e vielas escuras
de uma noite chuvosa de quinta.

terça-feira, 14 de abril de 2015

domingo, 12 de abril de 2015

Troca de presidente

Mudar de presidente,
mas como?
intervenção?

Um presidente,
eleito pelo  voto,
e para tirar?

segunda-feira, 6 de abril de 2015

domingo, 29 de março de 2015

Computador

Bits,
bytes,
informação,

fluxo,
energia,
virtualidade,

singularidade,
racionalidade,
imortalidade,

chips,
eletricidade,
trânsito,

velocidade,
máquinas,
infecções,

dados,
metadados,
transcendendo.


sexta-feira, 27 de março de 2015

segunda-feira, 23 de março de 2015

Fico em cima do asfalto

Eu venho de longe,
do alto,
e quero prosseguir

mas não posso,
pois colocaram
algo  no caminho,

Sorteado

Ganhador,
pessoa de sorte,
que adivinhou,

Diante de você
belezas indescritíveis,
lugares maravilhosos,

a glória,
uma manhã esplendorosa,
tudo azul.

Acredite nos detalhes,
confie no que lhe falo,
siga as pistas e o som,

belo prêmio,
oportunidade
e alegria,

Tudo ao seu dispor,
pode acreditar,
mas primeiro, dê-me uma nota de 100!

 



domingo, 22 de março de 2015

quinta-feira, 19 de março de 2015

domingo, 15 de março de 2015

quarta-feira, 11 de março de 2015

Romance policial

Escrever para aliviar-se,
escrever para ocupar-se,
escrever para não enlouquecer-se,
para que o mundo não destrua-me.

Na rua um gato mia,
meia-noite,
rua deserta.

domingo, 8 de março de 2015

Aquilo que valorizamos

Valor que damos
ao que damos valor,
valorizamos aquilo que importa?

Valores que necessitamos
e que não damos valor,
valor que realmente importa.

Mulher

Mulher maravilhosa,
deliciosa,
cuja qual não me dou ao luxo
de não ter.

Mulher gostosa,
cuja qual eu necessito
e que dâ-me prazer,

Mulher deliciosa,
que eu preciso,
eu te preciso
e não abdico desse prazer,
e de tua companhia.

sábado, 7 de março de 2015

A dureza de ter um bom coração

É duro ter um bom coração,
pois se machuca fácil,
é pisado pelas pessoas,

sofre decepções,
percalços,
leva rasteiras.

rumor inculto

Desagrada-me
o rumor do bardo inculto,
o brado sem destino,
furioso por natureza.

O grito da terra inculta,
grito que nada produz
apenas discórdia,
apesar de ter um rumor no peito,
amaciado pelo coração doce.

Coisas doces

Vou cuidar de coisas doces,
da calma do doce regato,
da mansidão das borboletas.

Ficarei leve,
vento  em fina sintonia,
alegoria enfeitada,
doce acometimento.

Gargarejo amigo

Gargarejo amigo,
barba rala,
cafezinho fumegante.

Dia de trabalho,
machado marchador,
vento com sabor de refrescância.

Solidão

Brisa marinha,
concha  no ouvido,
o êxtase das luzes.

Eco das cavernas profundas,
ar no pico das montanhas,
céu sem nuvens.

Sim

Trimmm!
Sim?
bip bip bip.

Trimmm!
Sim?
Olá, como vai você?
pib pib pib.

Taça da alegria

Um copo de ei,
um copo de cá,
um copo de lá.

Uma varanda lavei,
um poço sequei,
mui males curei.

Estremecimento

Cegueira,
embevecimento,
fúria e movimento.

Elevação,
choque,
descompasso e altarquia.

quarta-feira, 4 de março de 2015

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Voltando ao ar!

Olá a todos!
      O blog ficou fora do ar por uma semana, e só agora consegui concertar um erro que eu mesmo causei (rsrsr), ao modificar o código-fonte, para incluir uma mensagem contra plágio. Fiquei lendo vários livros, e hoje, o amigo Charles Dias do facebook disse-me para restaurar o modelo original que era o do blogger mesmo. Mas aprendi sobre html, xml, xhtml, java, unicode e também sobre os perigos de mexer no código-fonte.
Estamos de volta!

sábado, 21 de fevereiro de 2015

O novo álbum do Scorpions

Escutei o novo álbum do Scorpions, Return to forever, e gostei de apenas duas músicas, mas pelo menos, este não foi tão ruim quanto  Pure instinct que tinha apenas uma música boa, e que, sejamos sinceros, é muito ruim. Os músicos da banda haviam declarado que as músicas seriam como as da fase clássica, sim, foram como as da fase clássica, mas como as ruins, não como as boas. Pensei que ouviria músicas como Bad boys runing wild, No one like you, Lonely nights e até como Sand me an angel, mas o resultado não foi tão excepcional, ao contrário, foi inferior a isso. Para mim a melhor fase do Scorpions e que é conhecida com a sua fase clássica, é o período que vai de 1982 até 1995, e é com as músicas dessa fase que aprendi a gostar da banda.
Quando você pensar em Scorpions tenha em mente uma frase: "1982 a 1995, a fase de ouro do Scorpions".

Que Scorpions retorne!

Óh Escorpiões por que não retorneis?
Por que não retorneis à fase clássica?
Vossos súditos esperam por vós,
para que retornai ao bom e velho Hard rock,
à glória de Bad boys runing wild,
à fase de ouro.

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Quero uma folga!

Quero uma folga!
Uma folga desse mundo,
uma folga das cobranças,
uma folga das pessoas,

São só cobranças, cobranças,
ordens, ordens,
favores e favores.

Quero um bom emprego,
uma boa mulher,
uma vida tranquila,
sabendo que terei segurança,

sem mais cobranças,
sem mais assédio,
sem mais mau humor.

Será que eu não tenho o direito?
De viver bem,
ter um bom emprego,
uma boa mulher,
uma vida mais aprazível?

Quero ouvir um heavy metal,
tomar um café,
tranquilidade no final do dia,
uma boa mulher,
é isso que quero.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Violação de direitos autorais

Existe um site que está cobrando pelo meu livro o "Poesias Pesadas", sem minha autorização, e , cujo qual, DISPONIBILIZEI GRATUITAMENTE na internet.
SE VOCÊ PAGOU PARA BAIXAR MEU LIVRO VOCÊ FOI ENGANADO!

POR  FAVOR DENUNCIE NA BN:     eda@bn.br

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Atual conjuntura brasileira

Prevejo tempos difíceis,
tempos de crise,
crise que vai aumentar,
e isso é uma possibilidade.

Leio os sinais,
vejo as notícias,
olho os números.